No meu quintal dos Enxames – Abril

Quintal.Enxames2

«Abril, tempo de cuco, de manhã molhado e à tarde enxuto.»

    Abril é o quarto mês do calendário e tem 30 dias. Existem algumas interpretações para o seu nome. Uma delas é que o nome Abril deriva do Latim Aprilis, que significa abrir, numa referência à germinação das culturas. De facto, os campos da aldeia pintam-se de cores vibrantes  que provêem das novas culturas que brotam incessantemente. E como referiu o escritor brasileiro Monteiro Lobato; Abril, é considerado um dos melhores meses do ano, «porque não é frio nem quente e não é mês das águas nem de seca – tudo na conta certa.»

Na Horta:

    Neste mês dever-se-á mondar e sachar os campos semeados no mês anterior e efectuar alguma rega pela manhã. Época de plantar espargos, pimentos, tomates, beringela, cebolo, alho francês, beterraba, alface e as batatas no intervalo entre o quarto minguante e lua nova.

    Semear em local definitivo, rabanetes, cenoura, cherovias, feijão, melão, melancia, courgette, abóbora, salsa, coentros, pepino e alface.

    Limpar os rebentos nos excertos efectuados nas árvores de fruta. Na vinha, fazer os tratamentos contra o míldio, oídio e adubar as casas mais envelhecidas.

No Jardim:

    Fase propícia a semear estrelas do Egipto, girassóis e malmequeres; colher as flores do lilás, lírios, margaridas, tulipas, cravos, entre outras. Apesar da época ser já tardia ainda se podem plantar begónias, dálias, gladíolos e jarros. 

Animais:

    Época destinada  à higiene das vacas leiteiras e momento propício para separar os vitelos das mães. Quanto à tosquia das ovelhas deve-se fazer no minguante.

________________________________________________________________________________

BIBLIOGRAFIA: O Verdadeiro Almanaque; Borda D’Agua (2014); Editorial Minerva

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

 

Loading Facebook Comments ...