Apicultura: O meu primeiro apiário

Apicultura    Desde pequeno que me lembro do meu avô produzir algum mel para consumo próprio. Teve colmeias em cortiça e algumas “de meias” (partilhadas) de onde se extraiu mel alguns anos. Recordo-me o espetacular que era, comer um pouco do favo de mel recém-extraído da colmeia de cortiça.
     Sempre mantive o interesse por este Mundo e decidi por mão à obra depois de assistir recentemente ao documentário “Abelhas e Homens”, que nos dá uma visão global da apicultura, da influência do Homem e das consequências que daqui advêm. Verificamos que o conhecimento nesta área aumentou nestes últimos anos, o que ajuda bastante quem quer começar,  mas mesmo assim há muita coisa inexplicável que deixa por vezes os apicultores desanimados!

  Começar não é fácil e aconselho-vos a:
    – Ler muito sobre o tema (Internet, livros, etc);
    – Fazer algum curso teórico/prático para consolidar o conhecimento e esclarecer dúvidas;
    – Falar com apicultores da zona (os grandes conhecedores do dia-a-dia).

    Depois da parte teórica “adquirida”, fiz a compra do kit de iniciação: material, enxames, registo e instalação do apiário. De momento ainda não há mel, mas tenho como objectivo manter um par de colmeias para ter mel biológico para consumo próprio.
    Espero que mais pessoas se animem e partilhem também as suas experiências. Aqui fica um vídeo com o resultado actual!

 ________________________________________________________________________________

REFERÊNCIAS:

Documentário “Abelhas e Homens”- http://www.youtube.com/watch?v=35EyYCsW_70

Federação Nacional dos Apicultores de Portugal: http://www.fnap.pt/projectos.php?m=3 

 

2 Comments

  1. Bom dia Hugo.
    Achei muito interessante o seu post. Sou licenciada em biologia e mestre em microbiologia há pouco mais de 1 ano. Ainda não consegui uma oportunidade de trabalho na minha área pelo que já coloco em hipótese a criação do meu próprio emprego.
    A apicultura é um tema pelo qual tenho muita curiosidade uma vez que é uma área com a qual nunca lidei, que não é ensinada nas escolas mas que é de extrema importância, principalmente pelo facto das abelhas estarem a desaparecer.
    Aproveito para lhe colocar uma questão que me preocupa. Eu neste momento estou a trabalhar numa loja (fora da minha área) caso algum dia queira sair e montar um apiário, existem apoios por parte do estado, câmaras municipais , etc?!
    Desde já agradeço a atenção.
    Com os melhores cumprimentos,
    Diana Cipriano

    1. Boa Noite Diana,
      Antes de mais peço desculpa pela demora na resposta!
      Referir que sou um apicultor amador, mas tenho lido bastante e vou aprendendo com a experiência adquirida. Do meu ponto de vista e pelo que tenho podido observar, nestes últimos anos a apicultura é cada vez mais profissional e competitiva.
      Para se fazerem as coisas bem tem de se estar bem capacitado, formado e saber atuar de forma e momento corretos frente às adversidades que vão surgindo (controlo de pragas, vespa velutina, manejo de apiários, criação de rainhas, etc). Antes de fazer um investimento na área aconselho a obter o máximo de informação e experiência possível para tentar minimizar os riscos de um possível negócio. Quem sabe se através da sua área de especialização, biologia/microbiologia, e com investigação seja a melhor forma de viabilizar um negócio no ramo!
      Sobre os apoios, sinceramente não estou a par e o melhor talvez seja tentar obter mais informação junto do FNAP, IFAP e PDR2020.

      Muito obrigado,
      Hugo Batista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

 

Loading Facebook Comments ...