Enxames: Criança com três anos sem lugar na escola

   A Filipa tem três anos e não podecriancachora frequentar a escola! Entramos na etapa do pré-escolar, onde as crianças estão ansiosas por aprender, descobrir e começam a criar uma identidade própria. Brincar e interagir com outros pequenotes ao longo de todo o dia faz parte do dia-a-dia.

    Filipa é uma criança como as outras, mas necessita de uma vigilância contínua devido ao tipo de epilepsia que lhe causa convulsões. Foi matriculada no Jardim de infância de Enxames pela primeira vez este ano e numa reunião onde foi analisado o caso, ficou decidido que até à chegada de uma assistente operacional especializada seria a encarregada de educação (a mãe) a dar-lhe o apoio.  Foi passando o tempo e até ao momento a assistente nunca chegou. Na quinta-feira o Agrupamento de Escolas João Franco do Fundão decidiu que esta situação não se podia manter e informou os pais que a Filipa não podia continuar a ir às aulas até se resolver a situação.

   Os pais não desistem e asseguram que a Filipa apresentou bastantes melhoras no desenvolvimento ao longo deste mês por ter convivido com outras crianças e temem que este afastamento a faça regredir.

   De certeza que o agrupamento de escolas e entidades locais estarão a fazer um esforço para resolver a situação, mas todos esperamos que a mesma se resolva nos próximos dias e que a Filipa possa voltar à escola para junto das outras crianças.

   Estes últimos dias pudemos ver na comunicação social (Rádio Cova da Beira e Correio da Manhã) alguns artigos onde o caso é exposto  e que usei como referência para elaborar este artigo.

Entrevista Rádio Cova da Beira (22 de Oct de 2016 – por Paulo Pinheiro ao encarregado de educação-Lauriana Pombo):

 

00:00

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

 

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Loading Facebook Comments ...